PEDRO E O NÚMERO TRÊS!

PEDRO E O NÚMERO TRÊS!

 

O Número três Relacionado à Vida do apóstolo Pedro

 

I - A Vida do Apóstolo Pedro

Pedro: que quer dizer rocha, (conforme pequena Enciclopédia), o equivalente em aramaico é Cefas.

Cristo dá o nome, Pedro ou Cefas, a Simão para designar firmeza, (Jo 1.42).

Quando Pedro mostrava fraco ou vacilante, Jesus dirigia-se a ele pelo nome original, Simão, antes do nome que significa Rocha, (Lc 22.31).

 

II - A Vida de Pedro com Relação ao Número Três.

É notório nas Escrituras sagradas um simbolismo numérico. Com relação ao número três, este se mostra sob diversos aspectos, a começar por Deus Trino até culminar nos três dias em que Cristo esteve sepultado, porém, na vida de Pedro esta relação mostra-se por algumas maneiras em função da sua personalidade que vacilava entre a resolução obstinada e a momentânea covardia.

Citamos abaixo alguns exemplos e suas respectivas referências de fatos da sua vida particular e do comentário citado:

1) Pedro participava de uma sociedade de pescaria, cujo número de sócios em três, sendo eles, Pedro, Tiago e João (Lc 5. 9-10).

2) Pedro participou do primeiro grupo de discípulos a ser chamado por Jesus, sendo o grupo em número de três, Pedro, Tiago e João (Lc 5. 10-11).

3) Por três ocasiões Pedro assiste a Jesus.

a) Assiste quando Jesus ressuscita a filha de Jairo (Lc 8.51).

Este grupo é formado por três discípulos.

b) Assiste a transfiguração (Mt 17.1).

Seis dias depois, toma Jesus consigo a Pedro e os irmãos Tiago e João e os leva ao monte em particular.

Este versículo ou esta passagem nos fala da transfiguração, Jesus tomou a Pedro e a mais dois apóstolos e os levou consigo ao monte.

Aqui vemos a relação do número três quanto ao versículo 4, que propôs a Jesus que se ele quisesse, Pedro ergueria ali três tendas, uma para Jesus, outra para Moisés, ainda outra para Elias.

c) Assiste a Jesus no Getsêmani (Mt 26.36), novamente três discípulos e Pedro é um deles.

4) Pedro negou a Jesus por três vezes (Mt 26.75).

5) Por três vezes Jesus se dirige a Pedro para o interrogar:

a) Quando confessa que Cristo é o Senhor (Mt 16.16)

b) Quando interroga sobre o tributo (Mt 17.27)

c) Quando Jesus interroga, se verdadeiramente o ama. Esta pergunta foi feita por três vezes (Jo 21.15).

6) Pedro é repreendido por Jesus três vezes:

a) Quando Jesus cita à respeito da sua crucificação e Pedro quer impedí-lo, Jesus o repreende: "Arreda-te satanás" (Mt 16.22)

b) Quando da lavagem dos pés dos discípulos. Pedro não quer deixar, Jesus lhe diz: "Se eu não lavar, não tens parte comigo" (Jo 13.8)

c) quando corta a orelha de Malco, Jesus lhe diz: "Não beberei eu do cálice que o Pai me deu?" (Jo 18. 10,11).

7) Jesus aparece junto ao mar de Tiberíades a três discípulos sendo Pedro um deles (Jo 21.2)

8) Pedro prega no dia de pentecoste e quase três mil almas se convertem (At 2.41).

9) Após uma visão dada por Jesus, Pedro ouve uma voz que por três vezes lhe diz que não deveria fazer imundo o que Deus purificou (At 10. 11-16).

10) Pedro menciona o nome de três patriarcas: Abraão, Isaque e Jacó (At 3.13).

11) Na epístola escrita por Pedro, ele cita por três vezes a frase: "Sede sóbrios e vigilantes" (1 Pe1. 13; 4.7; 5.8 ? RA)

12) Três milagres na vida de Pedro nos primeiros dias da sua pregação:

a) Cura de um coxo (At 3.8)

b) Revelação da mentira de Ananias e Safira (At 3.51)

c) Libertação milagrosa da prisão (At 5.17).

13) Foi na hora nona (três da tarde) que Pedro e João subiam ao templo para oração (At 5.17)

14) O número três não era um símbolo, servia para dar ênfase, repetindo a expressão três vezes, como se vê em (Is 6.3; Jr 7. 4) e enfim muitas partes da Bíblia.

15) Em comum com os primeiros discípulos de Jesus, Pedro recebeu três chamadas distintas de seu Mestre:

a) Primeiro para ser discípulo (Jo 1.40)

b) Segundo para acompanhá-Lo em Sua missão (Mt 4.19)

c) Terceiro para ser apóstolo (Mt 10.2)

* Extraído do livro: Do Púlpito, a Palavra de Deus - do Pastor Daniel S. Acioli