23. A RECEITA PARA O AVIVAMENTO

      Textos: I Samuel 7.1-17

INTRODUÇÃO: Ainda que Deus seja soberano em conceder avivamento em um sentido, está sempre a disposição na vida da pessoa que cumpre certas condições. Israel estava em apuros, tanto espirituais como políticos (com os filisteus), Samuel atuou para ajudar-lhes com respeito a esse problema.

I. DESCRIÇÃO DA DOENÇA (enfermidade vv. 1 e 2)

a. A natureza da enfermidade de Israel

- A arca está fora do lugar que corresponde, mostrando que Deus está fora do centro da vida nacional.

- Houve um período mais bem dilatado de recaída e de distância.

b. O reconhecimento da enfermidade de Israel

- O povo lamenta a posse do Senhor, sentindo a vontade que tem e com desejo de ser restaurados.

- Este reconhecimento tem lugar com resultado da operação. Esse é um fator que Deus usa frequentemente para despertar-nos.

         c. Capacitação

- O povo está sofrendo a enfermidade espiritual de estar longe do Senhor. Ao mesmo momento sofrem a opressão dos filisteus, nesse momento Samuel os ensina a sair e colocar um ponto final nesse estado crítico.

II. O TRATAMENTO PRESCRITO (V.3)

         a. A demanda da sinceridade

                   - Você quer voltar para o Senhor?

                   - Se é o desejo de vossos corações, há certas coisas que são necessárias.

         b. Passos que surgem para o regresso

- Tira os deuses alheios, isso refere-se a tudo aquilo que desvia que aparta a nossa atenção do Senhor.

- Põe vosso coração no Senhor. Confesse seus pecados ao Senhor.

- Servir ao Senhor, servir apenas ao Senhor e não a outros.

         c. Se tiver problemas durante o regresso, Ele restaurará a sua comunhão e o libertará.

III. A APLICAÇÃO DO “MEDICAMENTO” (vv. 4-8)

         a. A resposta de Israel

- Tirar de imediato os falsos deuses e prometer servir ao Senhor.

- Samuel convoca o povo a uma reunião de “avivamento” e quer que o povo jejus, confesse os pecados e arrependa-se dos pecados.

         b. A reação dos Filisteus (vv. 7-9)

- Inteirados da reunião, decidem atacar Israel.

- Os israelitas se atemorizam.

- Pedem oração. Isso mostra que estavam confiando em Deus.

- Samuel ora por eles, pois está convencido da sinceridade do pedido do povo.

IV. A CURA RESULTANTE. (vv. 10-14)

         a. Vitória militar.

- A batalha (vv. 10-11). Deus trovejou desde o céu aos supersticiosos Filisteus que são afugentados.

- O triunfo (vv. 13-14). Recuperam a paz, reconquistam territórios anteriormente perdidos.

         b. Vitória Espiritual (v.12)

- O povo vê o poder de Deus

- O povo volta a comunhão com Deus

- Samuel dá passos para assegurar que ele seja lembrado, exigindo um memorial e dando-lhe um nome significativo.

         c. Nos torna dependentes de Deus. (II Co. 12.9)

CONCLUSÃO: Israel começa doente e oprimido e acaba são e livre. O lugar que tem entre este começo e este final é o avivamento. O Senhor promete restaurar aos que tem enfermidades espirituais. Aprontam-se e seguem os passos que Deus pôs diante deles.