48. CRISTO, A CAUSA DE DIVISÃO

      Textos: João 7.43

INTRODUÇÃO: Ainda que Jesus pregasse uma doutrina dócil, havia divisão entre o povo; Hoje é assim também.

I. HAVIA DIVISAO ENTRE OS NÃO DISCÍPULOS

a. Alguns não admitiam seus ensinos.

b. Outros somente uma parte, e negavam o resto.

c. Outros admitiam seus ensinos, mas negligenciavam segui-los.

d. Alguns sinceros O seguiam quando podiam e, com isso, aprendiam.

II. HAVIA DIVISÃO ENTRE OS CRENTES

Esta é uma grande diferença, e quanto mais, melhor. Hoje há uma grande divisão.

a. Em opinião – Quanto a Jesus.

b. Em confiança – Confiam em si mesmos.

c. Em amor – diferentes prazeres e alvos.

d. Em obediência – Caráter e linguagem.

e. Em destinos – Dois caminhos.

III. QUANDO A FÉ IMPERA, A UNIÃO É VISTA

Há unidade entre o povo por causa d’Ele.

a. Nacionalidades são misturadas – o Calvário cura a Babel.

b. Judeus e gentios são um em Cristo. (Cl. 3.10-11)

c. Crentes de todas as nacionalidades tornam-se em uma igreja. (Ef. 4.1-6; 2.11-22)

d. Coisas peculiares cessam.

e. Posição, nobreza e riqueza cessam ante a união influente da Graça. (Cl. 2.8-23)

f. Esta união será um vislumbre daquele grande acontecimento no novo céu. (Is. 66.23)

g. É o cumprimento do desejo de Jesus. (Jo. 17)

h. Unamo-nos irmãos! (Sl. 133.1)

É melhor um bocado seco, e com ele a tranquilidade, do que a casa cheia de iguarias e com desavença. Pv. 17.1