FRACASSADOS?

Texto: Preceitos Diversos

FRED ASTAIRE: Depois de completado seu primeiro teste como ator, recebeu o seguinte julgamento: “Este senhor é um fraco dançarino, não sabe como representar, e tem tendência a ficar careca”.

BEETHOVEN: Foi avaliado assim: “Esse jovem tem uma maneira estranha de manusear o violino; tem preferência por tocar suas próprias composições ao invés de aprimorar a sua técnica”. Seu professor o qualificou: “sem esperança como compositor”.

HENRICO CARUSO: Seus pais queriam que fosse engenheiro, pois seu professor já lhe havia dito que não tinha voz para ser cantor de ópera.

WALT DISNEY: Foi despedido pelo editor de um jornal por “falta de ideias”.

THOMAS EDISON: Um professor o considerou “muito estúpido para aprender qualquer coisa”.

ALBERT EINSTEIN: Ainda muito jovem, apresentou tese de doutorado na Universidade de Bonn. A avaliação veio em apenas uma curta frase: “Esta tese é irrelevante e sofisticada”. Anos depois, ainda foi expulso da Escola Politécnica de Zurich.

LOUIS PASTEUR: Foi apenas um estudante medíocre. Em química foi classificado em 15º de um grupo de 22 estudantes,

HENRY FORD: Foi cinco vezes à falência antes de ser bem sucedido em seus negócios.

RICHARD HOOKER: Durante sete anos, trabalhou na sua novela humorística “Mash”, que foi rejeitada por 21 editoras, até ser publicada e tornar-se best-seller. Depois virou filme e seriado da televisão.

“E não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não desfalecermos” Gálatas 6.9