JESUS – DEUS E HOMEM

  • Jesus foi tão humano, que nasceu de uma mulher. (Mt. 1.21)
  • Jesus foi tão divino, que era unigênito de Deus. (Jo 3.16)
  • Jesus foi tão humano, que foi batizado por João. (Mt. 3.16)
  • Jesus foi tão divino, que nunca precisou se arrepender. (Jo. 4.12)
  • Jesus foi tão humano, que em tudo foi tentado. (Lc. 4.2)
  • Jesus foi tão divino, que nunca cedeu à tentação. (Hb. 4.15)
  • Jesus foi tão humano, que teve fome. (Mt. 4.2)
  • Jesus foi tão divino, que disse: “Eu sou o pão da vida”. (Jo. 6.35)
  • Jesus foi tão humano, que teve sede. (Jo. 4.7)
  • Jesus foi tão divino, que era a água da vida. (Jo. 4.10)
  • Jesus foi tão humano, que pagou tributo. (Mt. 17.27)
  • Jesus foi tão divino, que seu reino não era daqui. (Jo. 18.36).
  • Jesus foi tão humano, que sentiu cansaço. (Jo. 4.6)
  • Jesus foi tão divino, que disse: “Vinde a mim vós que estais cansados”. (Mt. 11.28)
  • Jesus foi tão humano, que chorou. (Jo. 11.35)
  • Jesus foi tão divino, que consolou os que choravam. (Lc. 7.13)
  • Jesus foi tão humano, que sentiu o peso da cruz. (Jo. 19.17)
  • Jesus foi tão divino, que levou a cruz resignado. (Lc. 25.27)
  • Jesus foi tão humano, que morreu. (Jo. 19.30)
  • Jesus foi tão divino, que venceu a morte. (I Co. 15.20)
  • Jesus foi tão humano, que levou os homens a Deus.
  • Jesus foi tão divino, que trouxe Deus aos homens.