PORQUE PREGAMOS

Texto: I Timóteo 1.5

 

INTRODUÇÃO: A pregação poderá ser um assunto muito desalentador, porém a interposição do poder do Senhor impede que seja assim. Em realidade, estamos pregando como serviço a Deus e para levar no fim, mudanças na vida dos homens. Escrevendo ao jovem pastor Timóteo, Paulo trata da questão. Disse que o verdadeiro propósito da pregação de salvação é o amor.

I. NASCIDO DE CORAÇÃO LIMPO

Refere-se ao centro da vida emotiva e da vontade.

A parte mais importante do homem.

Dele emana a vida. Um homem é tal como pensa.

Sua pureza é de maior importância.

Sem coração puro não podemos ver Deus. (Mt. 5.4)

Sem coração puro, infelicidade. (Sl. 32.3-4 e 51.10)

O pecado é o que mantém distante da pureza.

A única via de coração limpo é por meio do sangue de Cristo.

 

II. DE UMA BOA CONSCIÊNCIA

a. Esta é a voz interna que julga nossas ações.

b. A consciência pode ser treinada.

         Pode ser cauterizada por um mau uso constante ao ponto em que não atue eficientemente.

         Pode ser treinada para chegar a ser um útil instrumento para o bem.

c. Nascemos com uma boa consciência podemos fazer com que ela coloque boa medida em nós.

d. A consciência tem uma enorme importância para nós, porque nada julga-nos com tanta precisão.

e. O caminho de uma boa consciência é por meio de Cristo. É a palavra de Deus a que instruí retamente.

III. DE UMA FÉ NÃO FINGIDA

Uma fé sincera, seja que trate de nossas crenças cristãs ou de nossa fé pessoal em Cristo.

Da imensa importância

A presença da falsa fé é a razão de que muitos se desviam.

Uma das coisas mais fáceis de falsificar (até certo ponto).

Só uma fé genuína pode levar-nos à Deus.

Tua fé é sincera?

Em quem está confiando?

Como está confiando?

É este o compromisso total em tua vida?

CONCLUSÃO: Pregamos para produzir amor nascido de um coração limpo, de uma boa consciência e de uma fé sincera. Tens estes três ingredientes em tua vida? Só Deus realmente pode te dar através de seu Santo Espírito.