UMA IGREJA FORTE

Texto: Salmos 147.13

 

INTRODUÇÃO: Valor e importância da igreja simbolizada pelo que há de mais necessário e sagrado. Lar, escola, corpo e estado. É coluna da verdade e Noiva de Cristo.

I. NÃO BASTA SER IGREJA, DEVE SER FORTE

Não devemos tratar a nossa igreja como “fraquinha”, a menos que estejamos medindo por nós mesmos.

a. A sua natureza o exige.

b. Igualmente a sua missão.

c. Também a situação do mundo.

d. Igreja fraca demais jamais enfrentará a situação.

II. SINAIS QUE DISTINGUEM A IGREJA FORTE

a. Portas bem guardadas.

         No sentido de valor moral, não numérico.

         No sentido de ação social construtiva.

         No campo das doutrinas. Aqui, a fraqueza de muitas.

b. O aumento de membros, se não há aumento, a inatividade é visível e não pode ser forte. A saúde espiritual está decadente.

c. Os convertidos tornam-se bênçãos para outros. Que tristeza não haver sido útil a alguém! A verdadeira medida da grandeza está no serviço e na utilidade de nossa vida em benefício de outros.

d. O cuidado especial de uma igreja forte Traçar todas as bênçãos à graça de Deus. É a Sião de Deus.

III. BÊNÇÃOS DA IGREJA FORTE

a. Mantém a paz entre os irmãos.

b. Há alimento espiritual para todos.

c. Possui energia missionária.

d. Sente a presença de Deus, fonte de todas as bênçãos.

CONCLUSÃO: Que tal é a vossa igreja? Qual a vossa contribuição para fazê-la forte? Indagai neste momento, que seria da minha igreja se todos os membros fossem o que eu sou?

“Bênçãos há sobre a cabeça do justo, mas a violência cobre a boca dos perversos”. Pv. 10.6